Se deixe ir na corrente

Se deixe ir na corrente

Quando sua empresa tem necessidade de aumentar a eficiência de produção, a fim de atender às demandas e expectativas dos clientes, a automação é a solução. A Blaschak Coal Corporation, Mahanoy City, PA, é uma unidade de mineração e preparação de antracito (carvão) que envia antracito a nível mundial para usos residenciais e comerciais. O antracito é uma das fontes mais limpas de carbono e de combustível fóssil conhecidas pelo homem. Criada em 1937, a empresa é atualmente gerida pela segunda geração de Blaschaks.

Ao longo de sua história, a empresa forneceu seu antracito a produtores de aço e outros mercados industriais. Há vinte anos, a Blaschak Coal também entrou no mercado de aquecimento doméstico, fornecendo sacos de 18 quilos de antracito para uso em fogões a carvão de pequeno porte. Ele foi pioneiro na indústria de fogões e lareiras, e sua rede de vendas agora consiste em mais de 400 revendedores em todos os Estados Unidos e Canadá. A Paixão da Blaschak Coal Corporation pela dedicação, qualidade de serviço ao cliente e compromisso com o meio ambiente estabeleceu a empresa como líder nas áreas de aquecimento e de carbono industrial.

Dado o aumento recente da procura de baixo custo de energia alternativa para substituir ou complementar as fontes de energia de preço elevado, a Blaschak Coal estava passando dificuldade em satisfazer a demanda do cliente em relação aos produtos ensacados. "Com a significativa expansão de mercado de Blaschak Coal nos últimos anos devido ao aumento na demanda de antracito, não conseguíamos acompanhar as encomendas e estávamos enfrentando sérios atrasos no envio. Precisávamos melhorar as taxas de produção e da precisão do peso de nossos sacos, sem expandir nossas instalações ", diz Jack Stauffenberg, Gerente de Operações da Blaschak Coal.

Uma investigação para determinar a fonte dos problemas de produção resultou na decisão de procurar substitutos para o sistema de balanças existente e para o sistema de paletização de baixo nível Columbia existente.

A equipe da Blaschak Coal decidiu procurar a melhor empresa de empacotamento capaz de lhes proporcionar uma solução completa que se adequasse a suas necessidades específicas. Eles queriam uma solução à medida para superar os desafios associados com as exigências de seu ambiente de produção e metas de produtividade. Um dos possíveis fornecedores foi a Premier Tech - Grupo de Equipamentos Industriais (IEG), com sede no Quebec, no Canadá. O IEG é um fabricante líder de empacotamento, processamento, reciclagem e equipamento de manuseamento de materiais. Seus sistemas de empacotamento integrados muitas vezes incluem equipamentos de alimentação e armazenagem de produto a granel, pesagem, enchimento de sacos, paletização e fixação da carga.

O gerente de vendas do IEG, Gary Ritter, visitou pessoalmente Blaschak Coal para observar suas operações e compreender os desafios e metas de produtividade da empresa. "Nós inicialmente assumimos um papel de consultor e tentamos entender as necessidades e vontades da empresa. É mais propriamente uma consulta informal, uma vez que não estamos necessariamente procurando fazer caber o seu pé no nosso sapato; estamos apenas tentando descobrir que sapato se encaixa no seu pé ", diz Gary Ritter.

A equipe da Blaschak Coal queria comprar equipamentos robustos, com preços competitivos, com tecnologia de ponta que proporcionassem um desempenho excelente a longo prazo no exigente ambiente da empresa e minimizassem o tempo de inatividade. Depois de analisar vários fornecedores de equipamentos de empacotamento, foi tomada a decisão de comprar o equipamento do IEG. A decisão da Blaschak Coal se baseou na convicção de que o IEG tinha a perícia necessária para a fabricação, engenharia, integração e colocação em funcionamento da linha de empacotamento completa. A equipe da Blaschak Coal tinha sido apresentada ao IEG dez anos antes, quando comprou um sistema de ensacamento ensacadeira forma, enche e sela (FFS). "O ótimo serviço recebido ao longo dos anos, a sua excelência na disponibilidade de peças e entrega, o relacionamento muito bom e seus conhecimentos em soluções customizadas foram os principais fatores que nos influenciaram em nosso processo de tomada de decisão", diz Stauffenberg.

Em fevereiro de 2007, a Blaschak Coal comprou ao IEG uma balança dupla com alimentadores vibratórios, uma célula robótica de paletização, uma embaladora com invólucro elástico e um kit de atualização para a unidade de selagem nos sistemas de ensacamento FFS que já possuía. O sistema FFS, hoje ainda em funcionamento nas instalações da empresa, continuaria a fazer parte integrante da nova linha de empacotamento totalmente integrada. A Blaschak Coal não sentia que era necessário substituir o seu sistema de ensacamento, já que continuava a funcionar muito bem.

O maior desafio para as equipes de projeto em Blaschak Coal e do IEG era superar as limitações impostas pela estrutura do edifício existente e pelo equipamento de processamento. O principal problema foi o espaço limitado: a tremonha de balança tinha que ser construída sob encomenda para caber sob o transportador de produto existente de alimentação e ser integrada com ele. Um outro desafio era o espaço limitado disponível para o equipamento: foi necessário um formato compacto para maximizar a capacidade de armazenamento de produtos do estabelecimento. Trabalhando em conjunto, as duas empresas desenvolveram várias configurações de equipamentos, até que surgiu uma solução que exigia espaço mínimo, sem comprometer a eficiência do sistema. O desafio final foi o tempo: o equipamento existente teve de ser removido e o novo equipamento teve de ser instalado e colocado no ativo tão rapidamente quanto possível. "Tivemos sérias limitações de tempo para lidar durante a instalação e o início, e isso tinha que ser feito rapidamente. Graças à sinergia entre nossa equipe e a do IEG, fizemo-lo em três semanas!" diz Stauffenberg.

A instalação foi um sucesso completo. Desde a conclusão da colocação em funcionamento do equipamento, a Blaschak Coal experimentou uma espetacular melhoria na precisão de peso do saco e eficiência de produção. "Agora, podemos produzir mais de 10 000 sacos por turno. A produção dobrou! Outra melhoria importante é que o nosso tempo de inatividade foi tremendamente reduzido em 95%", diz Stauffenberg.

A nova linha de empacotamento também ajudou a Blaschak Coal a impulsionar sua imagem junto de sua rede de concessionários: "Os clientes apreciam nossos pallets mais bonitos e sólidos", diz Stauffenberg.

O próximo passo na expansão da empresa será acrescentar um segundo turno de produção. A confiabilidade do equipamento fornecido pelo IEG é o principal fator motivador para os decisores na Blaschak Coal. "Os resultados são excelentes. Acreditamos firmemente que será capaz de executar facilmente um segundo turno sem nenhum problema com o equipamento. Estamos convencidos de que fizemos a decisão certa quando modernizamos a fábrica e apreciamos nosso relacionamento de longo tempo com o IEG como nosso parceiro, bem como com PROBEC, seu agente de vendas na Pensilvânia. Eles fizeram um bom trabalho nos orientando durante a transição, e nós definitivamente recomendamos o IEG a qualquer pessoa", conclui Jack Stauffenberg, Gerente de Operações.